terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Tereza


Tinha quatro anos quando lhe disseram que se tomasse veneno morreria. Com cinco anos perguntou o que era era veneno e o que era morrer. 
- Veneno, minha filha, é tudo o que faz mal. - Explicou a mãe paciente.
- E morrer, querida, é deixar de amar. 
E, assim ela cresceu: vendo gente se matar, se envenenar. 
Cresceu mais um pouco, não muito, mas o suficiente para amar. Experimentou venenos, foi traída e visitou o hospital do choro pela primeira vez. 
Até que descobriu que o que fazia mal era a tristeza e o que matava não era a falta de amor e sim o amor em demasia.
Fez de tudo para deixar de amar mas não conseguiu.   
A pobre Tereza, tomou amor e morreu. 
A mãe, em prantos, exclama: 
- Mas eu te avisei, Tereza, avisei que se tomar veneno, morre. 

3 comentários:

  1. Achei muito interessante seu blog, seguindo!
    Parabéns!
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Geeeente o.o
    Parece com um dos meus (você comentou nele). Adorei.

    ResponderExcluir