quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Anjo, Anja, Ângela.

Ela me olhava com olhos de Campari. Vermelho e distraído. Nunca dei muita importância aos olhos, sempre achei que poderíamos ainda assim fingir sentimentos. Mas, quando vi aquele olhar de canto, todo desconfiando, mais do que de um escorpião, mudei meus conceitos. Eu nunca tinha visto tanto mistério e cumplicidade, nem mesmo quando via o reflexo da minha própria pessoa no espelho. Ela era feita de música e poesia, daquelas bem quentes e eróticas, mas só sabia disso, quem mergulhava naquele fechado olho de rio preto. Não, preto não! Vermelho. Vermelho Campari. 






[Tributo à minha antiga amiga, Velha da Lua] 

3 comentários:

  1. gostei do texto e gostei imenso do blogue!
    Visita-me!?
    beijos princesa! *

    ResponderExcluir
  2. My compliments for your blog,I invite you in my photoblog "photosphera"

    CLICK PHOTOSPHERA

    Greetings from Italy

    Marlow

    ResponderExcluir
  3. Ti auguro un 2013 che inizi bene, prosegua come desideri e che termini con grandi soddisfazioni.
    Ti auguro di camminare su una strada chiamata vita, di inciampare in una pozza chiamata fortuna, di cadere in un abisso chiamato felicità.
    Ti auguro un amore sincero accanto a te che sappia comprenderti e guardarti nel cuore con amore
    per ciò che sei.

    ResponderExcluir